terça-feira , 19 junho 2018
Home / Destaque / Saúde alerta gestantes sobre importância da vacina contra a coqueluche

Saúde alerta gestantes sobre importância da vacina contra a coqueluche

O ser de Imunização da Secretaria de Saúde do Município de Mandaguari informou nesta semana tem disponível a vacina “dTpa”, que combate a coqueluche e protege os bebês nos seus primeiros dias de vida.

A vacina é gratuita, segura deve ser repetida a cada gravidez e, combinada com o Tríplice Acelular, protege também contra o tétano e difteria. Segundo o setor de Imunização, uma vez imunizada, a mãe transfere os anticorpos para o bebê através da placenta, ajudando a proteger o recém-nascido nas primeiras semanas de vida, período em que ainda não iniciou a imunização contra a doença, já que os bebês tomam a vacina contra a coqueluche somente aos dois meses de idade.

As gestantes podem ficar tranqüilas, pois não existe nenhum risco ao tomar vacina durante a gravidez, porque ela é fabricada com toxina inativa e não da própria bactéria causadora da doença. O ideal é tomar a vacina, preferencialmente, entre os 20 e 36 semanas de gestação, período em que ocorre maior transferência de anticorpos da mãe para o feto. Se tomada depois das 37 semanas, a vacina vai oferecer proteção progressivamente menor para o bebê.

COQUELUCHE

A coqueluche é uma doença infecciosa aguda causada pela bactéria Bordetella pertussis, que acomete o aparelho respiratório e se caracteriza por crises de tosse seca. Apresenta alta transmissibilidade, sendo uma importante causa de problemas respiratórios nas crianças, tais como: pneumonia, otite média, pneumonia de outras etiologias, ativação de tuberculose latente, atelectasia, bronquiectasia, enfisema e pneumotórax. Também podem ocorrer complicações neurológicas.

Tem-se observado um aumento da incidência da doença no Brasil e no mundo, com maior acometimento de menores de um ano, sendo os lactentes o grupo mais propenso a apresentar formas graves e óbito. A vacinação de gestantes já é realizada em diversos países do mundo desde 2012 e mostrou ter efetividade na prevenção, com diminuição do número de casos e redução das hospitalizações por coqueluche em lactentes.

Veja Também

Jovem de 20 anos morre de infarto em Mandaguari

Um fato lamentável no inicio da tarde deste sabado (16), onde por volta das 13horas, ...