domingo , 22 julho 2018

Com o aumento de casos, saiba como evitar a conjuntivite

Diante do aumento dos casos de conjuntivite na região, especialmente em Maringá, e do aparecimento de número considerável de casos em Mandaguari, o setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde do Município, está realizando um trabalho de divulgação em massa sobre o assunto.

Conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Em geral, ataca os dois olhos, pode durar de uma semana a 15 dias e não costuma deixar sequelas. Pode ter várias causas: alergias, traumas, irritação química (exemplo protetores solares que com o suor irritam os olhos) e infecções por vírus, bactérias ou fungos sendo as
causas mais frequentes as alérgicas, infecções por vírus e bactérias.

Todo o caso de conjuntivite deve ser encaminhado ao serviço de saúde para diagnóstico e orientações, quanto ao tratamento e controle. O tratamento da conjuntivite é determinado pelo agente causador da doença, que será indicado de acordo com avaliação clínica. Para a conjuntivite viral, não existem medicamentos específicos.

Já o tratamento da conjuntivite bacteriana inclui a indicação de colírios antibióticos, que devem ser prescritos por um médico, pois alguns colírios são altamente contraindicados porque podem provocar sérias complicações e agravar o quadro. Cuidados especiais com a higiene, principalmente lavagem das mão ajudam a controlar o contágio e a evolução da doença. Qualquer que seja o caso, é fundamental lavar os olhos e fazer compressas com água gelada, que deve ser filtrada e fervida, ou com soro fisiológico comprado em farmácias ou distribuído nos postos de saúde, removendo assim as impurezas.

Para evitar a transmissão, as pessoas com conjuntivite devem:

  • Evitar frequentar locais com aglomerações, tais como: escolas, creches, locais de trabalho, piscinas de academias ou clubes e outros;
  • Trocar as fronhas dos travesseiros diariamente enquanto estiver com a doença;

Para evitar o contágio e transmissão siga as seguintes recomendações:

  • Higienizar com frequência o rosto e as mãos usando água e sabonete líquido. Se não for possível higienizar as mãos com água e sabonete líquido, utilizar álcool em gel;
  • Evitar coçar os olhos e tocar em objetos;
  • Aumentar a frequência da troca de toalhas do banheiro ou use toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos;
  • Não compartilhe o uso de esponjas, rímel, delineadores, lápis de
    olho ou de qualquer outro produto de beleza.
 

Veja Também

Moto furtada no Jardim Paraná

21/07/2018 22:30 FURTO SIMPLES (CONSUMADO) Local: IGUAÇU, JARDIM PARANA, MANDAGUARI VÍTIMA: T. R. B. 36 ...

[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id='1']