sábado , 18 agosto 2018

Farmácia do município realizou mais de 18 mil atendimentos

 Este foi apenas um dos números apresentados durante Audiência Pública da Saúde realizada na última sexta-feira (25) na Câmara de Vereadores de Mandaguari. Os números e ações do primeiro quadrimestre de 2018 foram apresentados pelo secretário de Saúde do Município, Josias Gonçalves.

Além dos mais de 18 mil atendimentos na farmácia, outros setores apresentaram números significativos nos quatro primeiros meses deste ano. Na Rede de Saúde Bucal, somente no trabalho de levar saúde bucal até as crianças da Rede Municipal de Ensino, foram 3 mil procedimento, incluindo técnica de escovação, bochecho com flúor, selante, aplicação tópica de flúor, entre outros. O trabalho inclui ainda atendimento às gestantes, paciente especiais, palestras, visitas domiciliares e o atendimento noturno na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Boa Vista, que totalizou 456 atendimentos nos primeiro quadrimestre.

O Centro de Especialidade Odontológica (CEO) teve 275 atendimentos, com procedimentos como bucomaxilo, endodontia, próteses, periodontia, implantes e ortodontia.

Com relação aos exames laboratoriais, nos primeiros quatro meses do ano foram mais de 25 mil procedimentos realizados no Laboratório Municipal e conveniados.

No setor de transportes foram atendidas 4.593 pessoas, que se deslocaram para as cidades de Maringá, Londrina, Campina Grande, Campo Largo, Curitiba e Arapongas.

Segundo ainda os números apresentados, na atenção primária em saúde mental, foram pouco mais de 1.300 atendimentos, incluindo trabalhos realizados no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e um projeto terapêutico infanto-juvenil, realizado no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

Alguma diretrizes também foram apresentadas, com destaque para o fortalecimento das redes Mãe Mandaguariense, de urgência, de Atenção à Saúde Mental e de Saúde Bucal; implantação da Rede de Atenção à Pessoa com Deficiência (PcD) e melhoria do acesso e do cuidado às áreas de atenção inclusivas; implantação da Rede de Atenção à Saúde do Idoso; qualificação da Atenção Primaria em Saúde; fortalecimento das Ações de Promoção da Saúde, da Política de assistência Farmacêutica, da Política de Vigilância em Saúde, da Gestão dos Serviços Próprios e Terceirizados e da Gestão do Trabalho e da educação Permanente; Ouvidoria como Instrumento de Gestão e Cidadania; fortalecimento do Controle Social no SUS e qualificação da gestão do financiamento em saúde.

Veja Também

Casa arrombada no Jardim Cristina

17/08/2018 12:50 FURTO QUALIFICADO (CONSUMADO) Local: ANTONIO MUNHOZ DIAMA, JARDIM CRISTINA, MANDAGUARI VÍTIMA/SOLICITANTE: V. S. D. ...