quinta-feira , 19 julho 2018

Seminário debate Base Nacional Comum Curricular

 Realizado durante todo o dia nesta quarta-feira (20), o Seminário sobre a Base Nacional Comum Curricular, trouxe conhecimento manteve aberto o debate sobre o assunto, contando com a participação de todos os profissionais da Secretaria da Educação do Município de Mandaguari.

O evento foi realizado no Centro de Convenções “Décio Bacelar” e contou também com representantes das secretarias de Educação dos municípios de Jandaia do Sul e Marialva. O prefeito Romualdo Batista participou da abertura do seminário ao lado da secretária da educação, Adenise Batista Rodrigues, do diretor da Fafiman, Antônio Carlos Xavier; Márcia Cristina Neiro do Egipto, presidente do Co9nserlho Municipal de Educação; dos vereadores Luiz Carlos Garcia e Sebastião Alexandre da Silva; Magali Rosseto (Colégio Sagrada da Família), representando as escolas particulares; e dos secretários municipais Vâine Miriam Michelan Batista (de Governo) e Roberto Almeida do Nascimento (Cultura, Esporte e Lazer).

A abertura contou ainda com apresentações especiais de alunos das escolas estaduais José Luiz Gori e São Vicente Pallotti.

PALESTRAS – Além do debate e das apresentações, o evento contou com duas palestras abordando o tema. Pela manhã a palestra foi com a professora doutora Marta Sueli de Faria Sforni, do Departamento de Teoria e Prática da Educação da Universidade Estadual de Maringá (UEM). E no período da tarde a palestra foi com a professora Liliana Cláudia Seehaber, mestre em educação pela PUC/PR e consultora educacional da FTD.

O seminário foi fundamental para a discussão da BNCC. Este debate é muito importante, para que, de fato, se promovam as melhorias, as mudanças que a educação de Mandaguari, que já tem uma boa avaliação, melhore ainda mais. Na Educação, o desafio dos documentos é de orientar as práticas, que saiam das gavetas e se tornem práticas adotadas de fato. No caso da BNCC, é preciso que se tenha clareza com os objetivos de aprendizagem, quanto aos a que os estudantes do município têm. O objetivo é o de que a base possa ter desdobramentos em todos seus aspectos, do material didático à formação dos professores. “Nosso desejo é que ao menos a base, que são escolas, professores, os que militam, tenham condições de evoluir sempre e oferecer uma boa Educação para nossa população”, concluiu a secretária da Educação do Município, Adenise Batista Rodrigues.

Veja Também

Fórum de Cidades Digitais promove intercâmbio entre prefeituras do noroeste do Estado

O Fórum de Cidades Digitais do Noroeste do Paraná é uma oportunidade para conhecer produtos ...

[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id='1']