quinta-feira , 15 novembro 2018
Home / Destaque / Pré-conferência dos direitos da criança e do adolescente debate proteção, diversidade e violência

Pré-conferência dos direitos da criança e do adolescente debate proteção, diversidade e violência

Realizada no Centro de Convenções “Décio Bacelar” nesta quarta-feira, a Pré-conferência Municipal dos direitos da criança e do Adolescente de Mandaguari, reuniu profissionais da área e alunos das redes municipal e estadual de ensino para debater o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento de Violências”.

O evento foi realizado pelo Conselho Municipal do Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, com a participação das equipes técnicas do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).

A comissão responsável pela Conferência Municipal, aprovada pela Resolução 03/2018 do CMDCA elaborou junto às equipes técnicas do CREAS e do CRAS um informativo a respeito da importância do processo conferencial e um, questionário, que foi aplicado em turmas específicas das escolas municipais e estaduais e o resultado da tabulação deste dados será apresentado na Conferência Municipal.

A palestrante do dia foi Renata Oliveira, que é graduada e pós-graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal do Paraná, especializada em saúde mental e atenção psicossocial de crianças e adolescentes. Atualmente é a gente profissional, exercendo a função de terapeuta ocupacional do Governo do Estado, na Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (SEJU), atuando como diretora da Casa de Semiliberdade Feminina “Joana Miguel Richa”, uma instituição que atende adolescentes em conflito com a lei em cumprimento de medida socioeducativa e semiliberdade.

Participaram do evento realizado em e dois períodos alunos das escolas municipais: Bom Pastor, Yolanda Cercal da Silva, Francisco Romagnole Júnior, Angelina Teixeira Pinheiro, Walter Antunes Pereira e Ary da Cunha Pereira; das estaduais Vera Cruz (Cevec), São Vicente Pallotti e José Luiz Gori, além da Escola Especial Dom Jaime Luiz Coelho (APAE). 

Veja Também

Vigilância realiza pulverização para combate ao “barbeiro”

Após uma busca ativa na área rural pelos Triatomíneos (bicho barbeiro), o transmissor da doença ...