domingo , 22 setembro 2019
Home / Destaque / PAM atende cerca de 850 por dia; em 4 meses foram 106 mil atendimentos

PAM atende cerca de 850 por dia; em 4 meses foram 106 mil atendimentos

A Secretaria de Saúde esclarece que apesar dos transtornos causados à população que aguardava por atendimento no dia de ontem, quarta-feira (29), no Pronto Atendimento Municipal, que teve os serviços prejudicados pela falta de um médico, todos os pacientes foram examinados.

De acordo com a secretária interina de Saúde, Deise Vernillo, dois médicos atendem 24 horas por dia no local, porém ontem um profissional faltou no serviço sem aviso prévio o que gerou atraso para o chamamento das consultas. “O médico da tarde, que inicia o atendimento às 13 horas, faltou e não fomos informados com antecedência para substitui-lo prontamente e não prejudicar o atendimento à população. Por volta das 17 horas um médico foi dar suporte e a fila de atendimento voltou ao período normal de escala. Às 22 horas o atendimento foi normalizado com dois médicos atendendo”, explica a secretária garantido que todos os casos de urgência e emergência que tem prioridade foram atendidos.

Segundo o levantamento da Secretaria nos quatro primeiros meses do ano foram atendidas 106 mil pessoas no PAM, dando uma média de 26,5 mil atendimentos no mês e 850 diários. No período que antecede o inverno e no meio do ano esse número aumenta por conta da mudança climática que provoca mais alergias e doenças.

CONTRATAÇÃO

Para conseguir atender a demanda e oferecer o atendimento necessário à população, a administração municipal já realizou um Processo Seletivo Simplificado para médico clínico geral e está chamando os primeiros colocados.

Outro PSS para a contratação de Médico Ginecologista/Obstetra, Médico Pediatra, Médico Psiquiatra, Médico Radiologista e Técnico de Enfermagem em turno de revezamento está com as inscrições abertas e o chamamento dos profissionais será imediato.

Além desses dois processos estão abertas as inscrições do concurso público que incluiu a contratação de Médico Cardiologista, Médico Clínico Geral – 20h, Médico Clínico Geral – 40h, Médico Clínico Geral –Plantonista, Médico Dermatologista, Médico Ginecologista/obstetra, Médico Neurologista, Médico Oftalmologista, Médico Ortopedista, Médico Otorrinolaringologista, Médico Pediatra, Médico Psiquiatra, Médico Radiologista, Médico Urologista, além de enfermeiros, fisioterapeutas e servidores para diversas áreas da Saúde.

“Temos feito o possível para levar atendimento à nossa população. O fato de ontem foi lamentável mas foi pontual, por um problema pessoal do médico que não pode cumprir sua jornada de trabalho. A saúde é uma prioridade de todo gestor e enfrenta problemas em todos os lugares, cabe a nós buscar alternativas para não deixar nenhuma pessoa sem atendimento e é o que estamos fazendo através desses concursos e de investimentos no setor”, finaliza Deise.

Veja Também

Prefeito recebe chefe da Seab para trazer melhorias para estradas rurais

O prefeito Romualdo Batista e o secretário de Agricultura, Felipe Martiv,  receberam nesta quinta-feira o ...