segunda-feira , 22 julho 2019
Home / Destaque / Revitalização total da antiga estação ferroviária prevê áreas de esporte, lazer e Mercadão Municipal

Revitalização total da antiga estação ferroviária prevê áreas de esporte, lazer e Mercadão Municipal

Imagine ter à disposição da população uma grande área, em lugar privilegiado da cidade, com pista de caminhada, Academia da Terceira Idade, playground para as crianças, cancha de bocha, banheiros e vestiários, quiosques e bancos integrados com jardim ornamentado com flores e árvores.

Além dessa área de lazer, o espaço também será um complexo esportivo com quadra de areia, quadra de futebol society, pista de skate e outros equipamentos esportivos.   Integrando tudo isso, ainda teremos um Mercadão Municipal e a Casa da Memória, um museu para resguardamos a história de Mandaguari.

 

Essa é a proposta apresentada pelo prefeito Romualdo Batista para os coordenadores do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) para a revitalização do terreno do antigo pátio da estação ferroviária, tombada pelo Patrimônio Cultural Ferroviário e cedido ao município, que precisa da autorização do órgão para ocupar o espaço com obras que beneficiem a população.

Batistão esteve reunido com os membros do IPHAN, em Curitiba, e apresentou todo o projeto, que já está elaborado pela Prefeitura. “Nossa intenção é devolver esse espaço, que é patrimônio histórico, para o uso da população. Um ambiente de esporte e lazer para todas as idades com muitas opções de entretenimento e para a convivência dos mandaguarienses. Além disso, conseguiremos movimentar a agricultura e o artesanato local implantando o Mercadão Municipal e atraindo as famílias para o local. Será uma grande conquista para a cidade”, diz o prefeito.

 

ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA


De relevante valor histórico e social, a estação ferroviária de Mandaguari foi inaugurada em 1954 e contribuiu para o desenvolvimento da cidade, beneficiando principalmente a cultura do café no eixo Paraná- São Paulo. A partir da década de 90 o transporte de passageiros da linha férrea foi encerrado e levou a desativação da estação.

 

Coma extinção da Rede Ferroviária Federal em 2008,as áreas e as edificações pertencentes à Rede Ferroviária que não estavam operando foram transferidas para o Governo do Estado, incluindo a de Mandaguari que ficou deteriorada e abandonada. Para preservar o patrimônio histórico-cultural do município, a Prefeitura iniciou o processo para adquirir a cessão de uso do terreno do antigo pátio e suas edificações. Em 2015, o governo confirmou a cessão da área contemplando todo o espaço, desde que algumas exigências fossem cumpridas.

Com a cessão do terreno a Prefeitura iniciou o processo de revitalização da área com a reforma e outras melhorias na pista de skate e o calçamento em paver do entorno do terreno, além da implantação de lixeiras, postes de iluminação, quadra de areia e de futebol.

 

“Queremos realizar novas obras no local. Temos um espaço amplo, um excelente projeto e recursos garantidos para transformar totalmente o ambiente e fazer um marco na cidade”, anima-se o prefeito.

Outra obra que deve ser executada será do outro lado da Avenida dos Pioneiros que desmembrou a área em duas partes. Do outro lado da avenida, ocupando uma antiga edificação das casas dos pioneiros será implantada a Casa da Memória e no fundo da Escola Bom Pastor será construída uma quadra coberta com frente para a avenida, atendendo um anseio antigo da comunidade escolar.

Veja Também

Residência destruída pelo fogo próximo posto Juninho

O sinistro  foi registrado  na Rua Gomercindo Bortolanza no Centro em Mandaguari, próximo ao antigo ...