terça-feira , 7 abril 2020
Home / Destaque / A Contação de Histórias no Psíquico das Crianças

A Contação de Histórias no Psíquico das Crianças

Para a psicanálise, um dos papéis mais significativos do adulto, em relação à criança, é ajudá-la a descobrir o sentido da vida, fazendo-a encontrar formas de vivenciar seus conflitos, superando-os e, por consequência, buscando formas alegres e saudáveis para se viver.

Para que a criança possa dominar os seus conflitos psíquicos como perdas, frustrações, rivalidades, ansiedades, ciúmes e ir construindo gradativamente sua autonomia, torna-se necessário compreender o que se passa consigo mesma.

Para defender-se dessas problemáticas, a criança cria, elabora objetos, imagens e histórias que possam satisfazê-la. Por isso, a fantasia passa a exercer papel fundamental e decisivo no desenvolvimento infantil, servindo de suporte para o enfrentamento de seus primeiros conflitos existenciais.

A criança que fantasia, que brinca e que inventa tem uma vida saudável e feliz. Os contos infantis e os contos de fadas oferecem essa possibilidade. Contar histórias para as crianças sempre será um ato de generosidade, afeto e amor.

Baseado nessas premissas, será realizado no dia 28 de Março (09h00 às 18h00), no auditório do New Empire Of Business (São Paulo – SP), o Workshop sobre PSICANÁLISE & EDUCAÇÃO : CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS – promoção & organização do Instituto de Pesquisas e Estudos Humanísticos (IPEH).

Apresentará as práticas que articulam a literatura dos contos com a fantasia da manipulação de fantoches, facilitando o diálogo com as crianças e aproximando-se do mágico universo infantil.

Veja Também

Padre Roberto Carlos, primeiro padre brasileiro vítima de Coronavírus

Mais uma perda para a covid-19, o padre Roberto Carlos Vieira Nunes de 54 anos ...