segunda-feira , 20 janeiro 2020
Home / Destaque / Romualdo Batista, prefeito de Mandaguari, será o próximo presidente da Amusep

Romualdo Batista, prefeito de Mandaguari, será o próximo presidente da Amusep

O prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista vai ser o próximo presidente da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense. A indicação do nome dele para ocupar o cargo ocorreu nesta quinta-feira (21), pela manhã, durante reunião mensal da Amusep, realizada na sede da entidade, em Maringá. “Foi uma decisão de consenso e uma escolha natural, porque o Batista, há duas gestões, ocupa a primeira Vice-Presidência”, destaca o atual mandatário, prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva.

Ulisses Maia, prefeito de Maringá, ressalta que as eleições em chapa única é uma tradição na Amusep, o que demonstra o grau de união entre os prefeitos. “Nossa Associação é referência do movimento municipalista. Pela força política, pelo pioneirismo em serviços oferecidos às prefeituras, e pelo bom relacionamento entre os gestores públicos”, acrescenta.

Para o sucessor de Fábio Vilhena na Presidência da entidade, o consenso entre os prefeitos para que o nome dele fosse indicado como candidato único reforça o clima de cooperação existente na Amusep. “O presidente representa a Associação, mas todas as decisões são tomadas de forma colegiada”, afirma Batista. Sobre os planos para 2020, ele adianta ter projetos nas áreas de Saúde; Educação; na manutenção e fortalecimento das câmaras técnicas e das parcerias existentes; e na sequência dos projetos desenvolvidos. O passo seguinte, no entanto, é definir a composição da chapa. Trabalho para os próximos dias.

Eleição

Durante a reunião ficou definido, também, que a eleição deverá ocorrer nos dias 11 ou 12 de dezembro, à tarde, durante assembleia geral ordinária de prefeitos a ser realizada na cidade de Atalaia. A data depende da resposta do Palácio Iguaçu, pois a atual Diretoria deseja contar com a presença do governador do Paraná, Carlos Roberto Massa Júnior, o Ratinho Júnior. “Vai ser o encerramento da nossa gestão e convidamos o governador para participar do encontro”, comenta Fábio Vilhena.

Regimento

Outro ponto aprovado pelos prefeitos foi a alteração no Regimento Interno da Amusep. A medida integra uma série de recomendações feitas às associações regionais do gênero, pelo Ministério Público, por meio do Grupo Especializado na Proteção ao

Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria). As adequações têm sido feitas desde a Gestão 2017, sob a Presidência do prefeito de Floraí, Fausto Eduardo Herradon. Faltava incluir no Regimento o quadro de cargos, com as respectivas funções e necessidades, dos funcionários da entidade.

Consórcios

No encontro desta quinta-feira, os prefeitos decidiram, ainda, extinguir os consórcios públicos intermunicipais para o Desenvolvimento Sustentável das regiões dos vales do Bandeirantes (Cindeb); do Paranapanema (Cindep); e do Ivaí (Cindiv). As estruturas foram criadas, em 2013, para um fim específico, que, atualmente, perdeu razão de ser. “Com a extinção, alteramos o protocolo de intenções do Consórcio de Gestão (Pró-Amusep), que passa a contemplar as funções das estruturas que deixam de existir e outras para possibilitar desenvolver o que pretendemos nos próximos anos”, declara o presidente do Pró-Amusep, prefeito de Ângulo, Rogério Aparecido Bernardo.

Em relação ao Pró-Amusep, os prefeitos aprovaram a revisão nos valores per capta que cada município investe para a manutenção da estrutura e dos serviços prestados, principalmente, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “A medida se fez necessária para que as receitas façam frente às despesas”, frisa Rogério Bernardo.

Com Assessoria de Imprensa da Amusep

Veja Também

Agência do Trabalhador de Mandaguari divulga cerca de 40 vagas

Cerca de 40 vagas com carteira assinada nas mais versas funções estão sendo divulgadas nesta ...